Início >> Polo Tapajós

Polo Tapajós

O Pólo Tapajós passa a ser constituído dos municípios que compõem a Região Baixo Amazonas e a Região Tapajós, sendo eles: Alenquer, Almeirim, Aveiro, Belterra, Curuá, Faro, Itaituba, Jacareacanga, Juruti, Monte Alegre, Novo Progresso, Oriximiná, Óbidos, Prainha, Rurópolis, Santarém, Terra Santa e Trairão, sendo prioritários para o turismo: Santarém, Belterra e Oriximiná.

Santarém, portão de entrada do polo, é uma das cidades mais antigas da Amazônia brasileira, fundada em 1661, é a 3a cidade mais populosa do Estado, atrás apenas de Belém e Ananindeua, na região metropolitana da capital.  Por sua localização, Santarém ocupa um papel importante no contexto de desenvolvimento da região Norte, se firmou como o principal entreposto comercial no eixo Manaus/Belém ainda no período colonial e ganhou forte impulso na fase áurea da borracha.

Santarém e Belterra possuem atrativos culturais como o artesanato, o folclore, as manifestações culturais de grande notoriedade, como o Çairé em Santarém, e o conjunto arquitetônico de Belterra, vila construída por Henry Ford durante o boom da borracha, com arquitetura típica americana rodeada de plantações de seringueiras. Existem também atrativos naturais diversos, tais como o encontro das águas límpidas do rio Tapajós com as águas barrentas do rio Amazonas, em frente à cidade de Santarém; as praias fluviais, como as da Vila de Alter do Chão; a Floresta Nacional do Tapajós; a Reserva Extrativista Arapiuns-Tapajós; as Áreas de Proteção Ambiental de Alter do Chão e Aramanaí; o Parque Nacional da Amazônia, o Lago Maicá, além de Terras Indígenas e áreas demarcadas para uso de remanescentes de Quilombolas entre outros.

Oriximiná é o segundo maior município do Estado do Pará, possui uma área de 107.604,4 km², só superado pelo município de Altamira (161.445,91 km²) em extensão territorial. A presença dos negros foi expressiva na região, como se confirma hoje através dos inúmeros quilombos existentes no polo, principalmente em Oriximiná, onde estão localizadas as primeiras terras tituladas no Brasil.

Ainda hoje a presença de etnias indígenas é determinante no polo Tapajós, existem duas terras indígenas localizadas no município de Oriximiná, o Parque Indígena Mapuera (na divisa com o Estado do Amazonas, entre os rios Mapuera e Nhamundá) e a Reserva Florestal e Parque Indígena de Tumucumaque (na fronteira com o Suriname e o Amapá); além de grupos remanescentes, como os Arapiuns e os Borari.

Inventário Turístico:

• Almeirim (Visualizar)

• Belterra (Visualizar)

• Itaituba (Visualizar)

• Juriti (Visualizar)

• Óbidos (Visualizar)

• Oriximiná (Visualizar)

• Santarém (Visualizar)