Início >> Polo Araguaia-Tocantins

Polo Araguaia-Tocantins

O Polo Araguaia Tocantins passa a ser constituído dos quarenta e cinco municípios da Região de Integração Araguaia, da Região de Integração Carajás, da Região de Integração Tocantins e da Região de Integração Lago de Tucuruí. Trata-se do maior polo turístico em termos da extensão territorial, sendo heterogêneo no que diz respeito às características naturais e culturais. A Região de Integração Araguaia é formada pelos municípios de Água Azul do Norte, Bannach, Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, Ourilândia do Norte, Pau D'Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Sapucaia, Tucumã e Xinguara.

Na Região de Integração Carajás encontramos os municípios de Bom Jesus do Tocantins, Brejo Grande do Araguaia, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado dos Carajás, Marabá, Palestina do Pará, Parauapebas, Piçarra, São Domingos do Araguaia, São Geraldo do Araguaia e São João do Araguaia.

A Região de Integração Tocantins é formada pelos municípios de Abaetetuba, Acará, Baião, Barcarena, Cametá, Igarapé-Miri, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Moju, Oeiras do Pará e Tailândia. E a Região de Integração Lago de Tucuruí pelos municípios de Itupiranga, Breu Branco, Nova Ipuxina, Goianésia do Pará, Jacundá, Novo Repartimento e Tucuruí.

Conceição do Araguaia tem como atrativos turísticos praias, ilhas e o rio Araguaia.

Marabá é referência em toda região, seja para a realização de feiras agroindustriais, seminários, congressos, simpósios e encontros dos mais variados segmentos, além de possuir serras, praias, rios e igarapés.

Parauapebas possui como atrativo de maior relevância a Serra dos Carajás, onde estão localizados o Parque Zoobotânico, o Núcleo Urbano e o Complexo Minerário da Vale. No seu território está localizado uma importante unidade de conservação: a Flona de Carajás (Floresta Nacional de Carajás), o que a credencia para o desenvolvimento de atividades de ecoturismo.

Tucuruí prosperou com as obras de implantação da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, considerada a maior usina hidrelétrica totalmente brasileira. O projeto hidrelétrico sustentou a ampliação e qualificação de infraestrutura básica e de serviços no município. A usina tem programa de visitação, que compreende todo o conjunto das instalações físicas e do processo de geração da energia. O lago é outro atrativo de destaque, com potencial para atividades náuticas. O espelho d’água abriga um conjunto de centenas de ilhas, além do espetáculo da vazão no ápice da cheia. Há também a pesca esportiva como atividade turística importante em Tucuruí.

Cametá, cidade que foi capital do Governo Cabano, possui um rico patrimônio histórico-cultural, com seus casarões de azulejos, igrejas projetadas pelo arquiteto italiano Antonio Landi, manifestações da cultura popular e praias.

Barcarena possui vocação natural para o turismo, que vai desde exuberantes praias de água doce até o patrimônio histórico e cultural. De fácil acesso, pois está muito próxima da capital, possui várias indústrias que operam no local.

 Inventário Turístico:

• Água Azul do Norte (Visualizar)

• Bannach (Visualizar)

• Barcarena (Visualizar)

• Breu Branco (Visualizar)

• Cametá (Visualizar)

• Canaã dos Carajás (Visualizar)

• Conceição do Araguaia (Visualizar)

• Curionópolis (Visualizar)

• Eldorado dos Carajás (Visualizar)

• Goianésia do Pará (Visualizar)

  Marabá (Visualizar)

  Moju (Visualizar)

• Nova Ipixuna (Visualizar)

• Novo Repartimento (Visualizar)

 Ourilândia do Norte (Visualizar)

• Parauapebas (Visualizar)

• Piçarra (Visualizar)

• Santa Maria da Barreiras (Visualizar)

• São Félix do Xingu (Visualizar)

• Tailândia (Visualizar)

• Tucumã (Visualizar)

• Tucuruí (Visualizar)