Início » Noticia » Apresentado na FITA 2022, evento do Maranhão já arrecadou 600 mil reais em três edições

Apresentado na FITA 2022, evento do Maranhão já arrecadou 600 mil reais em três edições

Mais de 600 mil reais levantados em 3 edições do São João da Thay, em São Luís, no Maranhão, que conecta o potencial de turismo do estado vizinho na Amazônia Legal ao grande público, através das redes sociais e também com artistas de renome nacional. Esse é o trabalho hoje realizado por Thaynara OG, abreviação do sobrenome Oliveira Gomes, que desde cedo tinha o sonho de se tornar defensora pública para ajudar o maior número possível de pessoas e se engajava com causas sociais. Anos depois, vieram os seguidores pelo Snapchat e Thaynara se tornou uma influenciadora com 5 milhões de fãs só no Instagram.

Tecnologias e influência digital são importantes tendências do setor

“Eu queria fazer algo para o meu estado, o Maranhão, e tinha na cabeça a ideia de fazer um jantar para algumas pessoas para arrecadar dinheiro para alguma instituição. Conversei sobre a ideia com a Preta Gil, uma das minhas madrinhas do evento hoje em dia, e ela que deu a ideia de fazer algo maior e disse que poderia cantar na festa também para chamarmos mais gente”, conta Thaynara, que foi grande atração da palestra-show do terceiro dia da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (FITA), neste sábado (07), na Estação das Docas.

O desejo de ajudar as pessoas hoje se materializa no São João da Thay, uma festa beneficente realizada em São Luís. A última edição, em 2019, reuniu público de 4 mil pessoas e 16 atrações, revertendo R$ 217 mil da venda de ingressos para o Unicef Brasil (Fundo das Nações Unidas para a Infância). No ano seguinte, Thaynara se tornou embaixadora da organização. A influenciadora maranhense se envolveu com trabalhos sociais e a vontade de divulgar o seu estado para todo o país.

“O que aconteceu comigo foi tão de repente, tão transformador, que me vejo como instrumento para ajudar a transformar a vida de outras pessoas. Eu não gostava de ligar a TV e ver o Maranhão associado a notícias ruins, me incomodava muito. Meu objetivo hoje, com a influência que eu tenho e a grandiosidade desse projeto, é desmistificar essas coisas e mostrar um Maranhão diferente, mostrando uma cultura rica como essa, lugares incríveis com belezas naturais únicas, você começa a ver as pessoas respeitando o Maranhão”, conclui a influenciadora.

Hoje o São João da Thay se conecta com o turismo promovendo São Luís e os Lençóis Maranhenses, gerando um grande impacto e desejo de consumo nas redes sociais, fomentando o setor turístico e o mercado local.

Tendências - Durante a tarde, a FITA também promoveu o painel “Novas Tendências do Turismo” com mediação de Edna Rocha, presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagens (ABAV-Pará) e a participação dos executivos do setor Marcelo Xavier (Flytour), César Nunes (Átrio) e Lucas Frade (Azul). O representante da companhia aérea abriu falando da recuperação do setor: “A Azul atingiu 150 destinos no Brasil. Isso é acreditar no Brasil, é acreditar no Turismo, acreditar no destino, acreditar na rede hoteleira, acreditar no agente de viagem, acreditar na operadora. Já é um recorde no Brasil. O objetivo é chegar a 200 destinos até o fim do ano”, comentou Lucas Frade sobre as oportunidades oferecidas ao mercado na retomada.

“A pandemia acelerou o processo de digitalização hoteleira”, afirmou César Nunes do grupo Átrio Hotéis. “Na pandemia, aproveitamos pra abrir projetos engavetados e abrimos duas startups. Voltamos a crescer, 78% dos funcionários demitidos na pandemia foram recontratados.  Avançamos no uso de tecnologias e automatização de processos. Trabalhamos no conceito de hotel eletrônico, com uma nova ênfase em sustentabilidade”, finalizou César.